Estamos habituados a enxergarmos a moda como algo pronto, acabado, disponível nas lojas para o glamour dos usuários, principalmente usuárias.

Além deste lado, a moda é um importante segmento econômico no país e no mundo, pois é essencialmente manufatureira, dando emprego a milhares de pessoas.

O Brasil está entre os principais criadores de moda e, principalmente, um dos principais produtores de moda, onde cidades inteiras em várias regiões distintas do Brasil vivem quase exclusivamente em razão desta atividade.

Todavia, esta atividade vem sofrendo cada vez mais o ataque dos importados chineses, numa tendência crescente em volume e importância.

Há uma grande preocupação entre empresários e trabalhadores deste segmento, para o que está sendo qualificado como “desindustrialização” da indústria têxtil e de confecções.

Até o momento, apenas os produtos considerados básicos ou os clássicos de moda estão sendo importados, pois o prazo entre a formalização da importação e a chegada nas lojas brasileiras, é superior a seis meses. Os produtos de moda, renovados a cada três meses nas coleções das marcas brasileiras, portanto, ainda não se incluem neste grupo, porém, os chineses estão se aperfeiçoando e sabe-se que em breve até estas coleções poderão vir de lá.

Várias são as razões que permitem que a China seja tão competitiva. Baixos salários em dólar, jornada de até 15 horas sem receber extras, baixos encargos sociais e pouco imposto. É desigual esta competição, pois no Brasil encargos e tributos são enormes.

Por esta razão o segmento pede aos consumidores para pensarem muito antes de adquirir um produto confeccionado “MADE IN CHINA”, pois ele está retirando um emprego no Brasil, por enquanto no segmento têxtil, mas quando estes ficarem sem emprego e deixarem de comprar outros produtos, outros segmentos também encolherão, num efeito dominó.

Mais do que consumir moda, pensem e pesquisem na etiqueta: Onde ela foi fabricada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>